quarta-feira, 13 de julho de 2011

Mãe solteira; Ser ou Não Ser

[Post de desaafo, desculpe pelos erros, mas to escrevendo direto pra não pensar e apagar]


Quando engravidei do Victor, a primeira coisa que ouvi do pai dele foi:-Quando nascer você me chama.
Tinhamos terminado no dia anterior, eu tinha acabado de pedir demissão, estava com a cabeça cheia e ainda tive que ouvir isso??
Tentamos voltar algumas vezes e morei com ele durante uns três meses durante a gestação. Ele me pos pra fora da casa dele com 32 semanas.
Quando Victor nasceu ele foi visitá-lo na maternidade, ele me disse que queria voltar, mas fiquei na duvida, porque se dependesse dele eu teria tido bebê sozinha em casa, pois com umas 30 semanas fiquei quase a noite toda sentindo dor e ele me pediu pra dormir que passava.
Isso me deu raiva, e se tivesse dependido dele o bebê tambem não teria nada, ele só foi comprar alguma coisa faltando um mês para o parto.
Eu gosto dele, mas quando ele vem aqui em casa ele não dá atenção para o Vi, então fico imaginando como vou morar com uma pessoa que não dá a minima para o proprio filho, num lugar aonde não tem sinal de celular, ficar trancada o dia todo pois ele nunca, NUNCA, nos meses em que namoramos ele me levou pra algum lugar, nem pra pracinha da esquina [não por falta de convite, porque eu chamei], mas com os amigos dele ele ia pra onde chamassem.

Ele não aceita, não quer, não adimite, que eu não vá morar com ele. Caramba, se ele quisesse algo sério comigo, ele teria demonstrado desde o começo. Ainda gosto dele mas sei que minha vida não vai ter futuro com ele, eu sei que ele não tá pronto para ter uma familia, e eu não quero essa vida...


Obs: esse é um dos motivos para eu não atualizar o blog, to tentando organizar minha vida.

4 comentários:

  1. Oi Camila, obrigada por seguir meu blog...e já estou te seguindo tb!!!
    Bom, como acabei de começar a te seguir, me deparo com esse seu post que é muito triste. E, acredito se vc postou com certeza está aberta a opniões, né?
    Então, eu acho que uma criança necessita muito de um pai por perto, mais não necessariamente vc precise morar com ele... E pense no Victor em primeiro lugar e lembre que a mãe é sempre a mais importante pro bebê. Você merece respeito e ser tratada muito bem, e não se humilhe por isso!!!
    Seja feliz e estarei aqui, quando quiser desabafar...
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  2. oi,encontrei seu blog por acaso e não posso deixar de expor minha opinião.Não conheço a vida de vocês mais um cara que tem coragem de por para fora a mãe do seu filho prestes a te-lô não merece nem que você pense a respeito de voltar com ele,mesmo o amando você deve se amar primeiro e pensar no bem estar do seu filho.Torço desde já pela sua felicidade.

    ResponderExcluir
  3. Oi ! Encontrei o teu blog por outro e decidi vir visitar...deparei-me logo com este post, talvez intuiçao!!
    Voce passou muita coisa sozinha, pois seu marido nao deu atençao para voce, e ainda apos fora de casa a pouco tempo de seu bebe nascer e depois quer voltar como se nada fosse... e quando vai ai nao liga para o filho???
    Entao que quer esse homem afinal?? Amor e respeito, amar e respeitar e cuidar do filho e da mulher ou quer apenas nao perder o direito do filho se isso for para a frente e ter que pagar algo pro bebe ? Primeiro pense em si e no seu filho, meta tudo isso a frente depois entao decida o que voce acha que e o melhor...seja o que for te desejo felicdadeeeeee !

    Tudo de bom , beijo *
    Se gostar do meu blog se torne minha seguidora e me acompanhe !

    Futura mama

    ResponderExcluir